sábado, junho 21, 2014


PMDB rejeita aliança com o PSDB e aprova candidatura de Requião ao governo

0


roberto requiaoA convenção estadual do PMDB acaba de aprovar a candidatura própria do senador Roberto Requião ao governo. Por 319 votos contra 250, os convencionais do partido rejeitaram a proposta de aliança com o PSDB do governador Beto Richa. Houve ainda quatro votos nulos e um em branco.
“Hoje fizemos aqui o primeiro turno da eleição para o governo do Estado”, comemorou Requião, após a proclamação do resultado. 
Ainda hoje, o partido deve decidir quem será o vice de Requião e o candidato ao Senado. O suplente de deputado federal Marcelo Almeida tem o apoio de Requião para disputar a vaga de senador. Quanto ao vice, ele pode acabar saindo de outro partido. O PV da deputada federal Rosane Ferreira marcou sua convenção para amanhã justamente para esperar a decisão dos peemedebistas, e pode indicar o vice da chapa requianista. 
A vitória da candidatura própria surpreende, já que o grupo que defendia a aliança era formado por 11 dos 13 deputados estaduais do PMDB, e recebeu ainda o reforço do ex-governador Orlando Pessuti, que na terça-feira desistiu de disputar a convenção para apoiar a reeleição de Beto Richa. 
Em troca do apoio do PMDB, Richa havia oferecido ao partido a possibilidade de indicar o candidato a vice-governador em sua chapa. A bancada peemedebista já havia até apontado para a indicação do deputado estadual Caito Quintana para a vaga, que era disputada ainda pelo presidente estadual do partido, deputado federal Osmar Serraglio. 
A vitória da candidatura própria do PMDB muda o cenário para a disputa eleitoral no Estado. Sem o partido no páreo, a tendência é que a eleição para o governo se resolvesse no primeiro turno, entre Richa e a candidata do PT, senadora Gleisi Hoffmann. Agora, o mais provável é que o confronto acabe indo para o segundo turno. (Site Bem Paraná)

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...