quarta-feira, novembro 30, 2011


Lei da Ficha Limpa entra na pauta do Supremo desta quarta

0
presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, incluiu na pauta de julgamento desta quarta-feira (30) três ações que tratam da aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2012. A lei impede a candidatura de políticos condenados pela Justiça em decisões colegiadas ou que renunciaram a cargo eletivo para evitar processo de cassação.
Apesar de o tema ter oficialmente voltado à pauta, a decisão de voltar a julgar o caso deve ser tomada pelo presidente pouco antes do início da sessão.
A suspensão do julgamento ocorreu em sessão no início deste mês, quando o ministro Joaquim Barbosa pediu vista das três ações, que buscam esclarecer os efeitos da lei na eleição do ano que vem.
Antes da suspensão do julgamento, no último dia 9 de novembro, somente o relator do caso, ministro Luiz Fux, havia votado a favor dos pontos da lei que garantem sua aplicação em 2012.
O Supremo vai analisar ponto a ponto a lei e definir se as regras são constitucionais e podem ser aplicadas às eleições municipais de 2012.

terça-feira, novembro 29, 2011


O Congresso Nacional está de Parabéns pelo Novo còdigo Florestal

0
É com definições claras e objetivas que o novo Código Florestal desponta, para o uso sustentável e racional dos recursos naturais. Assegura tratamento justo para povos indígenas e comunidades tradicionais, como os quilombolas, fortalece as exigências de reserva legal para os imóveis rurais e traz inovações no que diz respeito à regularização das pequenas propriedades rurais, voltadas para a agricultura familiar.
 Relatado pelos senadores Luiz Henrique e Jorge Viana, o Código conseguiu a façanha de  comprometimento com a defesa de florestas, rios e mananciais brasileiros, assim como com a continuidade da produção do agronegócio nacional, sem, no entanto, ser leniente com quem desmatou de forma ilegal.
Congresso Nacional está de Parabéns, são feitos de semelhante envergadura que eleva a auto estima dos nossos parlamentares.
Levou anos, muitas horas de polêmica, reuniões, confrontos, negociações, esterismo, discussão, mas, enfim, parece que o Código Florestal Brasileiro será definitivamente votado no Senado.
Depois de passar por diversas comissões, o projeto está em Plenário, e deve ser o primeiro item da pauta de votações desta semana, uma vez que a Emenda 29 ainda não tem relatório. Concluída a votação, o novo Código tira do atoleiro e lava a honra do Congresso, em ano fraco de realizações no Parlamento. 


Ministro Padilha, cadê as campanhas educativas para alertar sobre a Aids?

0
De acordo com "O Globo", a Aids, que se pensava estiva sob controle, matou 11.965 pessoas no Brasil somente no ano passado. A tendência de alta dos índices da doença se manteve nos últimos 12 anos, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, enquanto no Sudeste o número de casos caiu, embora timidamente. Os números divulgados pelo novo Boletim Epidemiológico Aids/DST não são conclusivos com relação ao número de casos por faixa etária, mas creio que deve estar havendo um aumento de casos entre jovens. Para quem não acompanhou, nos anos 80, o surgimento da doença, é bom lembrar que o medo de contaminação teve forte impacto no comportamento das pessoas, mudando a forma como elas passaram a se relacionar sexualmente. Os jovens de hoje não viveram o drama de ver pessoas (muitas famosas) morrendo aos borbotões vítimas da doença, e por isso podem estar se descuidando. Alô, Ministério da Saúde, cadê as campanhas educativas para alertar os brasileiros sobre os perigos que envolvem a Aids? 

Manchas de óleo no oceano e óleo de peroba na face dos gestores da Chevron

0
Os jornais tem noticiado de forma sistematizada: manchas de óleo causadas pela Chevron chegaram à praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes.
O secretário Carlos Minc afirma que as manchas foram produzidas por Jet-sky. Os surfistas afirmam que não viram Jet-sky na Macumba.
Como saber a verdade? Isto nos remete à notícia mais espantosa relativa ao petróleo: a ANP gastou com fiscalização o equivalente dos gastos da Petrobrás com cafezinho. Os gastos foram de apenas de R$5,03 milhões.
O interesse dos políticos e prefeitos de todo o Brasi é a discussão pelos royalties do petróleo, sem se quer devotar a mínima preocupação o Atlântico, cujas riquezas não se  se limita apenas ao petróleo.
Foi gasto dinheiro com a fiscalização, cujas empresas não mostraram nenhum critério técnico, empresas que no amontoado burocrático engoda-se a si mesma.


 Em termos de proteção ao oceano, sobretudo no que diz respeito à exploração de petróleo, estamos à deriva.
Minc ao afirmar que as manchas de óleo eram apenas de jet-sky, ironiza com a natureza deixando transparecer que a vida aquática por sua vez opte, por olé de  Jet-sky ou da Chevron. A verdade é uma só, nós os humanos, embora não bastasse a devastação da mata atlântica,vamos devastando o oceano Atlântico com a mesma fúria animalesca..
O secretário Minc, exerce um papel importantíssimo nesta situação que envolve a Chevron, pelo seu histórico político, foi ministro, hoje atuando como secretário no Rio, conhece perfeitamente os caminhos a palmilhar e as medidas a serem tomadas. Pressão nele minha gente.
O fato aconteceu no litoral do Rio, esse processo de descaso é um problema de todos nós brasileiros. Porque os Oceanos não está limitado aos limites territoriais de um estado. As coisas mudam com velocidade o descaso que hora acontece, pode produzir o estigmatismo  no mundo da nossa exploração de petróleo.
Quem comercializa o petróleo não quer saber, se a fonte de exploração teve o devido cuidado e respeito com a natureza. Mas isso vai mudar, Etanol já é uma realidade, os carros elétricos estão surgindo, movidos a energia solar  ou a hidrogênio, na medida em que começarem a se impor no mercado. O petróleo tornar-se á insignificante, e não teremos Chevron.

segunda-feira, novembro 28, 2011


Obras da Copa e corrupção desenfreada

0
Jornais como o “Estadão” que na semana passada denunciaram a troca do parecer da obra de mobilidade urbana planejada para a Copa em Cuiabá, dá um novo enfoque a notícia hoje, contando que o aumento de R$ 700 milhões foi apenas um aperitivo. No mínimo calcula o jornal, a Copa ficou este ano, R$ 2 bilhões mais cara, quando colocados na conta. Indícios de fraude por enquanto, somente em Cuiabá. Mas da forma como se processam as coisas, não será difícil ver as marcas de Negromonte em outras obras em andamento.


Deputado Vicente Cândido (PT) e os interesses do Lobby cervejeiro

0
O Deputado Vicente Cândido(PT), relator do projeto de Lei Geral da Copa. Declarou que vai alterar o texto original para incluir a liberação de bebidas alcoólicas nos jogos da Copa.
A alteração agrada os vovozinhos da FIFA, que levam uma boa bolada com a venda da cerveja oficial dos seus eventos. Com esta medida do Deputado teme-se que aconteça alterações no Estatuto do Torcedor, para que a liberação de bebida seja permanente.
Sem dúvida um verdadeiro retrocesso em uma legislação criada com tantos esforços para diminuir a violência nos estádios.
É lamentável que na Câmara Federal, deputados estejam de prontidão para atender interesses dos lobbys, desta vez o cervejeiro.  Um tremendo atraso!


Prefeitos podem mudar o curso da votação da DRU

0
Quando se imaginava que a articuladora Dilma Rousseff estava sacramentando assuntos importantíssimos na pauta do Congresso. A Câmara, num estilo precussora, foi adiando a votação de medidas provisórias para que elas não trancassem a pauta do Senado, na comissão de Constituição e justiça o PMDB numa bela ação política adiantou em uma semana a tramitação da matéria, a faxina foi suspensa por Dilma. Sendo que misteriosamente até a oposição dá indícios de que não criará entraves para a prorrogação da DRU.
Só que ficaram no esquecimento os prefeitos, faltou acerto com produtores das ações governamentais. Eles são um exército, estarão em número de 3 mil em Brasília para pressionar o Congresso pela aprovação da Emenda 29, que garante recursos para a saúde. Os prefeitos também tem interesse em que aconteça logo a votação do royalties do petróleo, outro tema que o Planalto empurra com todo o corpo. Os prefeitos, com todo direito vão entornar o caldo em fervura que está sendo preparado para a votação da DRU.



Eleições e Clima tenso no Egito

0
As eleições no Egito, primeiras depois da queda do ditador Hosni Mubarak, estão sob fogo cerrado. Novos protestos ocuparam a Praça Tahir, que se transformou em símbolo na derrubada do ditador. Como se nada houvesse mudado, estes protestos foram combatidos com violência. A proximidade da votação aumenta ainda mais o risco de novos confrontos entre exército e manifestantes. A Human Rights Watch, conta a "Folha de S.Paulo", apontou "repetidas violações" da liberdade de expressão e do direito de reunir-se nas últimas semanas. Do outro lado, o marechal Mohamed Tabtawi, chefe do conselho militar que hoje governa o Egito, já declarou que "não permitiremos que baderneiros a atrapalhem as eleições". Neste cenário, há quem faça previsões de um fiasco nas eleições, com apenas 10% do povo indo às urnas. O sonho de uma primavera rapidamente virou outono. 

quinta-feira, novembro 24, 2011


PP tem três nomes para substituir Negromonte

0
Nesta terça-feira, Gilberto recebeu em audiência o líder do PP, deputado Aguinaldo Nogueira (PB). Segundo relatos, o Planalto avalia que Negromonte perdeu as condições políticas para permanecer, principalmente por não ter o apoio da bancada.
Entre os cotados no PP para substituir Negromonte estão o deputado Márcio Reinaldo (PP-MG) e os senadores Francisco Dornelles (RJ), presidente do PP, e Ciro Nogueira (PP-PI).




Mais cinco serão substituídos por Dilma na Esplanada dos Ministérios

0
Outros cinco nomes são cotados para siar na primeira reforma de Dilma: Fernando Haddad (Educação), Iriny Lopes (Secretaria das Mulheres), Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional), Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) e Ana de Hollanda (Cultura). Os três primeiros porque avisaram que disputarão as eleições municipais. Os dois últimos são citados frequentemente na lista de ministros com fraco desempenho e sem apoio partidário.




Lupi e Negromonte estarão fora

0
O Planalto deu início às consultas partidárias para realizar as mudanças na primeira reforma ministerial do governo Dilma Rousseff. Nos últimos dias, PP e PDT já foram avisados que os ministros Mário Negromonte (Cidades) e Carlos Lupi (Trabalho) sairão do governo. Ao PP o governo garantiu que o partido ficará com a pasta e sugeriu à legenda que abra um processo discreto de consulta interna para apresentar um substituto de consenso. No caso do PDT, não há essa garantia.
Mas o PDT trabalha nos bastidores para manter a pasta, o que incomoda o Planalto. Diante da pressão pedetista, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) afirmou nesta quarta-feira que a decisão de manter Lupi cabe só à presidente Dilma. Foi uma reação à movimentação de setores do partido para substituir Lupi antes da reforma e, assim, tentar manter a pasta com o PDT.



quarta-feira, novembro 23, 2011


Com Emenda 29 no acordo, DRU será aprovada no Senado

0
Já estava mais que evidenciado que a aprovação da PEC que prorroga por mais quatro anos a Desvinculação das Receitas da União(DRU), seria por um placar confortável (364 votos contra 61). O que fez a a oposição ficar atada no que diz respeito a inserção de emendas no texto.
O embate agora é no Senado, e o governo tem as suas preocupações, porque o  prazo fica apertado para aprovar a PEC (pouco mais de um mês). As lideranças governistas terá que desdobrar-se para esta missiva, o acordo só tem uma direção, a oposição quer aprovar a DRU, juntamente com a Emenda 29 (que impõe percentuais fixos para gastos públicos com saúde).
Se houver resistência do planalto em relação a Emenda 29, dificilmente conseguirá aprovar a PEC  da DRU.
Que possa haver a flexibilidade do governo em aceitar o acordo. Os brasileiros que sofrem nas filas de hospitais e UBS, ficarão por demais que agradecidos. Afinal, seria um presentão, o Natal já está aí.


terça-feira, novembro 22, 2011


CNJ e a marcação cerrado com os Magistrados

0
E o tiroteio que atinge o Judiciário pode, ainda, se transformar em um dia de fúria, atingindo todo o país com força e muitas baixas. O editorial da "Folha" de hoje, apesar de reconhecer a controvérsia, apoia a tentativa do CNJ de acessar dados sigilosos de magistrados, incluindo os bancários e fiscais. A origem do texto está na decisão do Conselho de realizar um minucioso levantamento sobre o patrimônio de 62 magistrados sob investigação. O órgão já tem obtido dados sigilosos por meio de parcerias com a Polícia Federal, Receita Federal, Banco Central e Coaf. Todos sabem que para acessar estes dados é necessário ordem judicial, mas se tenta contornar a limitação sob o frágil argumento de que o CNJ é um órgão do Poder Judiciário, apesar de não ter atribuição para julgar processos penais. A polêmica sobre os limites de atuação da Corregedoria Nacional não tem nada a ver com a quebra de sigilo feita pelo CNJ e querer confundir as duas polêmicas é tentar nublar ambas as discussões. Mas fato é que, quando a fome do Big Brother invadir as mais altas instâncias do Judiciário, teremos balas atiradas para todos os lados, deixando vítimas em cada esquina. 

segunda-feira, novembro 21, 2011


Com a DRU sancionada cabeças vão rolar.

0
Muitas são as análises sobre o fato de Dilma não ter afastado Lupi. A mais aceita é que ela não quer dar o crédito à imprensa, numa demonstração inequívoca de quem manda no pedaço. Mas haveria mais sob o céu: ao não demiti-lo, Dilma sinalizaria que vai tirar a Pasta do PDT. Neste caso, a presidente não poderá tirá-la do PDT para dá-la ao PT, pois também muitos são os interesses petistas contidos no Trabalho. Mas até que a DRU esteja pronta para ir à sanção, ninguém mais cai, a não ser que descubram um batom na cueca daqueles bem cor de sangue. 

MInistro do PP é acusado por Revista época: Um Negromonte!

0
Já era esperado que surgissem novas denúncias contra o ministro das Cidades, Mário Negromonte, do PP, como a que a revista "Época" trouxe neste fim de semana, sobre intermediação de patrocínio em troca de propaganda política na chamada "Festa do Bode", realizada na cidade baiana de Paulo Afonso. Negromonte já estava na fila para ser alvejado por denúncias, só que, pelo roteiro de derrubada de ministros, primeiro haveria a queda de Carlos Lupi, do Trabalho, para só então começar o tiroteio contra o ministro das Cidades. A imprensa se antecipou e tenta derrubar dois no atacado. Como disse acima, queda de ministro, agora, só em 2012. 

Dá-lhe DRU

0
A semana começa quente na Câmara. O governo joga todas as fichas na aprovação, nesta terça, da PEC que prorroga a DRU até 2015. Apesar das cinco medidas provisórias que trancam a pauta, as lideranças já fecharam acordo para votar a PEC em segundo turno, e os governistas querem iniciar a votação pela manhã, para não sofrer o risco de uma longa obstrução por parte da oposição. O Palácio do Planalto certamente sairá vitorioso; além de se mostrar no controle da base, a liberação de emendas parlamentares nos últimos dias acalmou os insatisfeitos. Vai ser de goleada. 

Caminho livre para PEC da DRU

0
No Senado, a semana deve ser mais tranquila do que na Câmara. Na pauta de Plenário constam duas medidas provisórias e um projeto com urgência constitucional, o que cria a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. As duas medidas - a 540 e a 541 - fazem parte do Plano Brasil Maior, lançado por Dilma para incentivar a indústria nacional. As medidas devem ser aprovadas sem maiores problemas. O governo está atuando para limpar a pauta e deixar o caminho livre para a PEC da DRU. Já a oposição no Senado disse que não criará maiores empecilhos para deixar que os governistas acelerem a tramitação da DRU, passando por cima dos entraves regimentais que dificultam a tramitação rápida da proposta. Em troca, os oposicionistas querem arrancar do governo a promessa de que, junto com a DRU, seja votada também a Emenda 29, que regulamenta a questão dos gastos obrigatórios com a saúde pública. É uma boa negociação. 

O Egito e o ajito.

0

O Egito entra em polvorosa faltando poucos dias para as eleições legislativas, a primeira desde a queda de Hosni Mubarak, em fevereiro deste ano. Os confrontos são quase que frenquentes neste período de transição egípcia. Neste final de semana aconteceram duas mortes no Cairo e mais de 750 feridos. Tamanha é a tensão por lá que mesmo pela internet um protesto feito por uma universitária está causando o maior reboliço. A estudante Aliaa Magda Elmahdy, de 20 anos, postou em seu blog fotos de si mesma nua, para protestar contra restrições à liberdade de expressão. O fato provocou grande indignação, e a estudante vem sendo condenada tanto por conservadores como por liberais egípcios. Pelo visto, a primavera árabe promete entrar inverno adentro. 


A Espanha agora é conservadora de direita

0
Como previsto, os espanhóis deram ontem o cartão vermelho ao Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) do primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero, no poder desde 2004. O país será dirigido agora pelo conservador Partido Popular de Mariano Rajoy, que deve obter (a apuração ainda não terminou) a maioria dos votos no equivalente à nossa Câmara e Senado. Em maio os eleitores já haviam dado o cartão amarelo aos socialistas, elegendo os conservadores em 11 dos 13 estados (comunidades autônomas) e na maioria das prefeituras. Segundo os jornais, o PP fará sua maior bancada desde o início da redemocratização espanhola, que teve início com a morte do ditador Francisco Franco e a coroação de Juan Carlos 1º, além de eleições livres, nos anos 70. O desafio dos conservadores é enorme. O desemprego na Espanha, de 25%, é o maior da zona do euro. Com os novos governos da Itália, Grécia e agora Espanha, vai-se conformando uma nova realidade política na Europa com o desafio de recuperar a economia em meio à insolvência. Disso depende o futuro da Comunidade Europeia. Temo, porém, que o preço a ser pago seja alto demais, tanto para o povo quanto para a democracia. O tempo vai dizer. Não estou otimista. 


Chevron, impactos ambientais e entraves jurídicos.

0
A Chevron, empresa responsável pelo derramamento de óleo na Bacia de Campos não começou agora em lutas judiciais.
Ela foi condenada no Equador a pagar multa de R$9 bilhões por poluir a floresta amazônica. É a segunda grande multa da história, pois a BP se prontificou a pagar US$20 bilhões pelos estragos no Golfo do México.
A disputa entre Equador e Chevron acontece também nas cortes americanas. Se o Brasil quiser fazer alguma coisa, vai precisar se basear muito bem, para que o processo não seja neutralizado
A Chevron é acusada também de financiar o terrorismo em Angola, violar a Lei do Ar Limpo nos Estados Unidos e destruir florestas em Bangladesh.
No momento em que o Brasil fala em multar e investiga a ação da Chevron é importante saber que a empresa tem experiência em ações judiciais e alguns dos melhores advogados americanos.
É bom que o governo brasileiro fale em multa. Mas não é bom que o governo brasileiro fale apenas em multa. Onde está o plano de contigência, como reagimos a esse desastre, quais são as perspectivas reais de fiscalização da atividade na Bacia?
Jornais disserram que a Chevron contrata estrangeiros irregularmente na Bacia de Campos. É um caso antigo, já fizemos inúmeras comissões para examinar este problema. Não é só a Chevron que faz isso. Parece que há algo errado entre o ritmo buocrático e a da exploração do petróleo.
Era preciso um tratamento mais amplo do problema. Quem sabe o ministro Lupi resolva? Com um par de mentiras e algumas bravatas, ele consegue tudo.
A PF contratou um excalente oceanógrafo como perito, David  Zee. Mas é preciso gente que entenda da produção e seja independente. Procurá-los na Petrobrás não vale. Ela é sócia do empreendimento. A Chevron está respondendo porque tem maioria nas ações.
O pré sal até agora só tem suscitado discussões sobre o destino do dinheiro. Muitos prefeitos, no final da elaboração do projeto, chegaram a telefonar para deputados, perguntando se já havia o dinheiro.
Foi um comportamento caricato mas diz muito sobre nossa cultura política. Briga-se em torno do dinheiro e dorme-se na hora de preservar o meio ambiente.

sábado, novembro 19, 2011


Osmar Dias defende a saída de LUPI do Ministério.

0
O presidente do PDT no Paraná, Osmar Dias, definiu ontem como “insustentável” a permanência do colega de partido Carlos Lupi no Ministério do Trabalho. Para o ex-senador paranaense, o mínimo a ser feito por Lupi é pedir afastamento até que as denúncias contra ele sejam esclarecidas. Ele também garantiu que a direção estadual do partido continuará apoiando a presidente Dilma Rousseff, independentemente de uma saída traumática do ministro.
“A situação se agravou muito com essas imagens que apareceram nos últimos dias”, disse Osmar, referindo-se à divulgação de imagens de Lupi utilizando um avião que teria sido pago pelo diretor de uma ONG para se deslocar no Maranhão, em 2009. “É algo insustentável. Eu defendo que se o Lupi quiser continuar lutando pelo cargo que pelo menos se afaste para facilitar as investigações.”


Lula recebe visita de técnico da seleção brasileira

0


Lula e Marisa mostram camisa 10 recebida pelo técnico Mano MenezesMano deu ao ex-presidente com uma camiseta da seleção. "Força, eterno 'presidente Lula', contamos com você em 2014", escreveu o técnico na camiseta.
Lula também tem recebido várias mensagens de apoio de políticos, artistas, amigos e cidadãos comuns.
Entre as mensagens, há cartas assinadas pelo presidente de Portugal, Cavaco Silva, pelo presidente peruano, Ollanta Humala, e por artistas como Milton Nascimento, Zeca Pagodinho e o vocalista da banda irlandesa U2, Bono Vox.
Segundo a assessoria do ex-presidente, desde que descobriu a doença, Lula já recebeu mais de 3.000 e-mails com votos de boa saúde através do endereço eletrônico: saudelula@icidadania.org, criado especialmente para isso.
Lula foi diagnosticado com o câncer no dia 29 de outubro, e iniciou o tratamento quimioterápico dois dias depois (31). O diagnóstico foi feito em exame realizado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
No último dia 16, ele se antecipou aos efeitos da quimioterapia e raspou cabelo e barba --essa última era uma das marcas registradas de Lula desde que surgiu politicamente, no final dos anos 1970, como sindicalista.

Fonte: Instituto Lula

Sem barba, Lula se acha a cara do irmão Frei Chico

0
Ao encarar seu primeiro teste do espelho, sem barba pela primeira vez em 20 anos, Lula se achou a cara de seu irmão mais conhecido, o Frei Chico, informa coluna de Mônica Bergamo na Folha deste sábado. 

Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Jorge Araújo-
ORG XMIT: XSI101 In this photo released by Instituto Lula, Brazil's former President Luiz Inacio Lula da Silva, right, smiles after his wife Marisa Leticia, left, shaved his hair and beard, as an anticipation of hair loss from the chemotherapy he is receiving to treat a tumor in his larynx in Sao Paulo, Brazil, Wednesday Nov. 16, 2011. (AP Photo/Ricardo Stuckert, Instituto Lula) x ORG XMIT: 161001_1.tif Eleições Presidenciais 2002: José Ferreira da Silva, o Frei Chico, irmão do candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante entrevista, em São Paulo (SP). "O Lula vem mudando paulatinamente, mas, nos últimos três anos, a mudança é mais clara. Ele mudou bem, para melhor". (São Paulo, SP, 12.06.2002. Foto: Jorge Araújo / Folhapress)
Lula, já sem barba e cabelo, e seu irmão mais conhecido, o Frei Chico)

"Eu passei a minha vida toda dizendo que era o mais bonito da minha família [de 19 irmãos]. E agora descubro que estou a cara do Frei Chico!", relatou o ex-presidente ao prefeito Luiz Marinho, de São Bernardo do Campo.
Segundo outros familiares, Lula tem tentado manter o bom humor, apesar do desconforto gerado pela quimioterapia.
O petista foi diagnosticado com câncer na laringe no dia 29 de outubro, e iniciou o tratamento quimioterápico dois dias depois (31).



Fonte:Instituto Lula.

ONU pede que Brasil apure crimes cometidos durente o regime militar

0
Dilma, entre ministros, durante a solenidade: comissão não poderá punir nem responsabilizar torturadores (Roberto Stuckert Filho/PR)
No mesmo dia em que a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que cria a Comissão da Verdade, a comunidade internacional pressionou o Brasil por avanços mais claros na apuração dos crimes cometidos durante o regime militar. A alta comissária dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Navi Pillay, pediu ontem “medidas adicionais para facilitar o julgamento dos supostos responsáveis por violações dos direitos humanos” durante a ditadura (1964-1985). Ela defendeu a revogação da Lei de Anistia de 1979 ou mesmo que o país declare a legislação inaplicável por impedir a investigação e desrespeitar a legislação internacional de Direitos Humanos. O assunto também foi tema de reportagem da revista britânica The Economist, que analisou o “atraso” brasileiro em solucionar os crimes cometidos pelos militares. Segundo especialistas ouvidos na matéria, o país, em comparação com os países vizinhos, tem sido lento em revisar esses crimes.

Pela nova lei, a comissão não terá poderes de punição nem responsabilização. A Comissão da Verdade será responsável por resgatar a memória e a história dos fatos ocorridos entre 1946 e 1988. O texto, negociado ainda na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sustenta a natureza não persecutória da comissão e o respeito às leis atuais, inclusive a de anistia. “Hoje o Brasil se encontra enfim consigo mesmo, sem revanchismo, mas sem a cumplicidade do silêncio,” disse a presidente Dilma Rousseff, durante a cerimônia em que sancionou a criação da comissão e a Lei de Acesso à Informação , que estabelece o fim do sigilo eterno dos documentos. “Essas duas leis tratam de assuntos distintos, mas estão diretamente ligadas uma a outra. São leis que representam um grande avanço institucional e um passo decisivo na consolidação da democracia brasileira”, destacou a presidente. “O que era lei de sigilo se torna Lei de Acesso à Informação. E nenhum ato ou documento que atente contra os direitos humanos poderá ser colocado sob sigilo. Essa é uma conexão decisiva com a lei que cria a Comissão da Verdade. Uma não existe sem a outra”, frisou Dilma.

Na presença dos comandantes das três Forças, a presidente evitou usar a trajetória pessoal como guerrilheira no discurso. No entanto, Dilma não deixou de homenagear companheiros da luta armada. A aprovação da Comissão da Verdade era um dos compromissos de Dilma, antes mesmo de assumir o cargo. Já como presidente, ela pediu aos ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo; dos Direitos Humanos, Maria do Rosário; e então da Defesa, Nelson Jobim; que viabilizassem, de qualquer maneira, o projeto.

Aprovado no Congresso, o texto sofreu maior resistência dentro do próprio governo. E ainda ontem, o tema provocou polêmica. Antes do início da cerimônia, houve um “desentendimento” entre ministros e militares. Os representantes da caserna não queriam que familiares de mortos ou desaparecidos políticos discursassem no ato. O cerimonial acabou optando pela fala de Cardozo, e do presidente da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos, Marco Antônio Barbosa.

Sem o poder de punir
A Comissão da Verdade será formada por sete pessoas, escolhidas pela presidente da República a partir de critérios como conduta ética e atuação em defesa dos direitos humanos. O grupo irá investigar violações de direitos humanos cometidas entre 1946 e 1988, com foco no regime militar. O grupo terá dois anos para ouvir depoimentos em todo o país, requisitar e analisar documentos que ajudem a esclarecer os fatos. O colegiado não poderá, no entanto, pedir o julgamento ou o indiciamento de torturadores.

A Lei de Acesso a Informações Públicas permitirá que o cidadão consulte documentos produzidos pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de forma a dar mais publicidade e transparência aos atos da administração pública. Em seis meses, todos os órgãos terão de publicar na internet informações sobre sua atuação, como contratos, licitações, gastos com obras, repasses ou transferências de recursos. As entidades que recebem verba pública também terão que dar transparência aos dados.

Fonte: Correio Braziliense

sexta-feira, novembro 18, 2011


Essa gente de farda nunca aplaudiu ninguém

0


No Brasil pós-64, os políticos foram divididos em dois grupos. Num, os condenados a meia palavra. Noutro, os sentenciados a palavra nenhuma.
Certos nomes não podiam ser mencionados. Assuntos como censura, tortura e sumiço de pessoas eram proibidos.
Hoje, ocorre algo diferente. Submetidos ao poder civil, os militares herdaram o encargo de medidores de palavras.
Falam apenas o essencial. No mais, calam. Por vezes, porém, o silêncio dos militares grita. Repare na foto lá do alto.


Foi clicada nesta sexta (18) pelo repórter Alan Marques, no Planalto. Fora do quadro, Dilma Rousseff discursava sobre a lei que criou a Comissão da Verdade.
“Dia histórico”, declarava a ex-guerrilheira Dilma. Na platéia, todo mundo aplaudiu, menos os senhores de uniforme sentados na segunda fileira.
No código consentido dos comandantes militares, a ausência de aplauso é uma das maneiras de dizer pouco e insinuar muito.
Para o bom leitor de entrelinhas, ficou subentendido que a banda fardada do governo torce o nariz para a idéia de escavar o passado.
Linda cena. Imagem de um Brasil diferente daquele de outrora. Um país em que os sem-patentes recuperaram o direito a palavras inteiras.
O cenho crispado dos comandantes é compreensível, alvissareiro e curioso. Democraticamente, reagem ao discurso da ex-inimiga armados de régua.
Antes, prendia-se e arrebentava-se. Agora, recorre-se à sugestão do gesto, às entrelinhas do silêncio, ao subentido das mãos inertes.

STJ abre sigilos bancário e fiscal de Agnelo e Orlando

0


O STJ determinou a quebra do sigilos bancários e fiscal de Agnelo Queiroz (PT) e Orlando Silva (PCdoB).
Deve-se a providência a um pedido do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Ele apura as desvios praticados no Ministério do Esporte.
Agnelo, hoje governador do DF, chefiou a pasta até 2006, sob Lula. Foi sucedido por Orlando, afastado por Dilma Rousseff há duas semanas.
Segundo Gurgel, a quebra dos sigilos é necessária para "averiguar a compatibilidade” entre o patrimônio e a renda dos investigados.
Serão varejados os dados relativos ao período de janeirode 2005 a dezembro de 2010. Os advogados da dupla não esboçaram intenção de recorrer.
"Pode quebrar, sem problema. Não vamos fazer nenhum recurso porque quem não deve não teme”, disse Luís Carlos Alcoforado, defensor de Agnelo.
Antônio Carlos de Almeida Castro, advogado de Orlando, considerou "açodada" a providência.
Mas assentiu: “Se é para investigar, que o faça de forma de cabal, porque provará a inocência. Portanto, a quebra de sigilo é positiva."

ESTADO QUE EXPLORA DEVE LEVAR VANTAGEM NOS ROYALTIES

0
O recente vazamento de petróleo na Bacia de Campos - RJ, produzem as mais diversas críticas e cobranças, dos setores de proteção ao meio ambiente. Via de regra, os ataques em tom de denúncias geralmente são dirigidos às autoridades das áreas de delimitação, de quem será exigida solução para o caso.
Bem por isso que diante do polêmico assunto que envolve os royalties do petróleo, é mais que evidente, que a fatia maior e mais consistente deve ser tocada para o estado que exerce a atividade de exploração. A presidente Dilma adiou para o ano que vem a discussão sobre os royalties do petróleo. É uma decisão que Dilma, em reunião com as partes interessadas, estados produtores e não produtores, deverá usar de muito bom senso. Porque todo acidente que afeta o meio ambiente com implicações que envolve o petróleo, o ônus sobre a atividade recaem sobre o estado que concentra a produção, portanto, este deve receber a justa contrapartida na divisão dos lucros com a operação. Acredito que a Presidente Dilma, fará com que o bom entendimento impere em 2012.

O cearense está de volta, cuidem-se políticos do Brasil

0



Ex-promessa política, Ciro é escanteado pelo PSB
Há algum tempo sumido, no anonimato, o ex-deputado federal Ciro Gomes, voltou a se manifestar, no que tange o quesito política nacional. Em entrevista a Folha de S.Paulo, Ciro fala sobre as alianças para as eleições de 2014,de sua possível candidatura. Ciro ainda tece comentários sobre as barreiras existentes entre o PT e as outras legendas, afirmando que o partido da presidente trabalha para liquidar os outros partidos.O cearense é saudado bem vindo neste insípido cenário político!!! 
A política brasileira precisa mesmo de alguém com a cara e o perfil de Ciro, que quando levanta questões cita dados e estatísticas e se houver necessidade dá nome dos envolvidos, doa a quem doer.

quinta-feira, novembro 17, 2011


O AVANÇO MOSTRADO PELO IBGE É UMA ILUSÃO DE ÓTICA

0
Sempre que o IBGE divulga o Censo (desta vez, de 2010), nos damos conta: o Brasil avança, mas a desigualdade persiste. A renda é concentrada: os mais pobres só ficam com 1,3% dela, enquanto os mais ricos engolem 42,8% (3.000% acima da média do maior para o menor). O analfabetismo caiu (de 13,6% para 9,6%), mas o número continua alarmante: 13,9 milhões. Temos chão pra fazer com que a educação e a renda - que puxam índices como saneamento e saúde, muito ligados - alcancem níveis mais razoáveis. A dívida com a população brasileira é incalculável. 

quarta-feira, novembro 16, 2011


Marisa Letícia cortou cabelo e barba do ex-presidente, antecipando efeitos provocados pela quimioterapia

0
Foto:Instituto Lula

 Com gesto de carinho de mulher que sabe honrar o homem que ama, Marisa Letícia, raspa o cabelo e a barba de Lula, antecipando os efeitos da quimioterapia. Apesar da doença o eterno Presidente, sempre transmite confiança, uma peculiaridade do seu caráter. Em novo estilo, sem cabelo e barba , somente de bigode e com uma mulher ao lado cheia de ternura e carinho, mas a companhia dos 190 milhões de brasileiros torcendo pelo seu ícone, Lula não perde o brilho, o seu sorriso é como uma afirmação de que o câncer não o encurvará, será somente uma recuada para tomar impulso para saltos mais desafiadores que estão por vir na história do Pernambucano que vai escrevendo as páginas da sua vida, como o grande estadista e pai de todos os brasileiro.Força Luis Inácio, o seu exemplo é de superação! O Brasil torce pelo senhor.



MINISTRO CARLOS LUPI OU JOÃO SORRISÃO?

0
A queda de Lupi é mais que inevitável, tudo que poderia acontecer em matéria de denúncia, já ganharam as páginas dos mais importantes jornais e revistas. A Presidente Dilma já devia ter demitido o ministro, é robusto o leque de acusações, decisão mais acertiva, que deixá-lo sangrando no paredão preparado pela mídia.
Dilma com as sucessivas quedas de ministro em seu governo,  tornou-se PhD em exclusão, demissão e infernização de vida de ministro. Sendo que as demissões anteriores tem fornecido a presidente uma espécie de subsídio, jurisprudência, a ser aplicada em demissões futuras.
Anteriormente matérias veiculadas na imprensa sobre convênios duvidosos com ONGs, derrubou o Ministro do Esporte Orlando Silva. Com Lupi a mesma coisa, mas ainda se mantém na função. Vôo fretado por ONG com milionários interesses no governo, foi motivo para a queda de Wagner Rossi, Ministro da Agricultura, Lupi Vôa financiado por ONG e ainda permanece na esplanada. Falas inconseqüentes derrubou o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, Lupi é um desbocado, mas continua com status de Ministro. Quando imagina-se que ele vai cair, parece que toma um novo fôlego. O nome não podia ser Carlos Lupi, deveria ser João Sorrisão.

terça-feira, novembro 15, 2011


Royalties do Petróleo para os estados - II

0

As manifestações do movimento realizado por Cabral não vai sensibilizar os deputados e senadores, todos trabalham voltados para o interesse das suas bases.
Fico imaginando como seria se cada região, o Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, enfim todos os estados, distribuindo royalties, daquilo que produzem, imaginem a confusão. E as regiões onde existem as jazidas de ouro, de pedras preciosas, minério de ferro, irão distribuir royalties?
O que está acontecendo com os estados da federação, segundo fala do Senador Lindenberg Faria (PT-RJ), em  entrevista ao Jornalista Kennedy Alencar da Rede TV, ontem 14/11, é que diante da famigerada distribuição do F.P.E, e diante das notícias do pré-sal, em vez  reivindicar maior fatia da União, os estados resolveram brigar com quem explora o petróleo.
A briga do Rio e dos estados que exploram é legítima, mas é necessário que haja uma medida que faça justiça aos estados que exploram, mas que também contemple a todos.
Só existe uma saída, quem pode pensar no conjunto é a presidente Dilma, mas o governo federal, não conseguiu achar uma saída que contemple a todos. O papel do governo federal é imprescindível nesta negociação, a começar por reduzir uma boa parte de sua fatia.


Royalties do Petróleo para os estados - I

0
                   

A novela dos Royalties do petróleo nos estados onde  é processada a exploração, é outro problema sério que o desfecho final deverá ser da presidente Dilma Rousseff. O Governador Sérgio Cabral embora, aliado de Dilma tem, juntamente com outras lideranças do estado realizado manifestações de massa, indo em busca daquilo que entendem ser direito do povo carioca.
Apesar de toda a influência da mídia o movimento realizado no Rio de Janeiro, poderia ganhar dimensões a nível nacional, se Cabral fosse um pouco mais hábil, no período em que a discussão era acirrada no congresso, o exato momento de se articular uma campanha a nível nacional, mostrando com números e fatos socioambientais, o impacto da exploração do petróleo no litoral do estado.




                                     

PRAÇAS DE PEDÁGIO PODE FAZER DE RICHA PIOR GOVERNADOR DA HISTÓRIA DO PARANÁ

0





O Governador Beto Richa que aparentemente despontava como uma grande liderança política, que assumiria o governo respondendo os anseios e as mais premententes aspirações do povo paranaense. Parece que não aprendeu fazer política com o seu pai, ex-governador José Richa que tinha um ideário político mais afinado com as massas populares. Beto Richa já assumiu o governo desmantelando programas sociais implementados por seu antecessor ex-governador e atual Senador Roberto Requião. Tendo uma maioria significativa na AL, persiste em querer manipular a população com projetos astronômicos que levará o estado ao endividamento sem precedentes na história. Primeiro foi o empréstimo batizado por Haully (secretário da fazenda) de empréstimo guarda Chuva, dinheiro do Banco Mundial no valor de 350 Milhões, sem definição da devida destinação do recurso,coisa de tucano. Depois as taxas abusivas do DETRAN aprovada pelos deputados marionetados por Richa, com aumento de 271%. E agora a mais recente notícia tucana,  inúmeras praças de pedágios nas rodovias do Paraná. Infelizmente aquele que poderia surpreender os paranaenses poderá tornar-se no pior governador da história do Paraná.

PARABÉNS QUERIDA REPÚBLICA!!!

0
Passados 123 anos desde a proclamação da República, fato que indiscutivelmente atendeu as aspirações de bandeiras de luta daquele período. Decorridos um século e quase um quarto, fica visível e notório, apesar das muitas conquistas e avanços, que os ideais republicanos ainda não foram suficientes para diminuir o abismo da desigualdade que atrasa o nosso crescimento.
É dever de cada brasileiro buscar a pavimentação de caminhos para melhorar as coisas na nossa república, é evidente que agora que estamos emergindo das cinzas, conforme a nossa flâmula, temos a ordem como princípio e o progresso como fim. Cabe a todos nós a responsabilidade para superarmos as diferenças sociais e nos tornarmos uma sociedade mais justa, igualitária e consciente.
O BRASIL É DE TODOS NÓS...VIVA O POVO BRASILEIRO!!! PARABÉNS REPÚBLICA QUERIDA!!!


O BOMBARDEIO CONTINUA MINISTRO LUPI

0
Como já escrito nas estrelas, e só confirmando o prognóstico de muitos, a sala da tortura e demissão de ministros do atual governo, a cada dia robustece o script. E toda mídia está anabolizada pra no ringue encurralar e levar a nocaute o apaixonado por Dilma.
A semana passada em depoimento dado na Câmara dos Deputados em Brasília, sobre uso de um avião particular. O Jornal Nacional na noite desta segunda (13) e toda a imprensa nesta terça (14), afirmam que o ministro mentiu, e trás a baila depoimento de um empresário que entorna ainda mais o angu de Lupi.
Pelo visto, é mesmo como afirma meu amigo Tony Cesar da Tribuna Geral da Rádio Ingmar de Marialva: “È inevitável o desfecho do Ministro Lupi será o mesmo do Ministro Orlando Silva dos Esportes.”


TEM GENTE DO PT QUERENDO A VAGA DE LUPI

0
Em meio ao bombardeio que o Ministro do Trabalho vem sofrendo, circula lá por Brasília, mas específicamente no Congresso Nacional, segundo o amigo Kennedy de Almeida, os boatos que já existem dois postulantes para a vaga de Carlos Lupi. Porque certamente o ministro não terá fôlego para suportar tantos ataques na tissunâme de incessante  denúncias que surgem contra sua gestão.
Segundo Almeida, os postulantes seriam o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia e Ricardo Berzoini, ambos do PT de São Paulo.
Isso talvez explique de alguma forma a trincheira em que Lupi  está.





ÂNGELA MERKEL COMO A GRANDE LÍDER DA U.E

0
A Dama maior  da Alemanha, Ângela Merkel, ao participar de um congresso partidário na cidade de Leipzig, fez uma analogia que reflete o atual quadro  da Europa.: "Vivemos nosso momento mais duro desde a Segunda Guerra Mundial". A fala da chanceler, com as figuras de linguagem , remete os europeus a uma comparação histórica, e em tom de resposta  disse :se na época da Segunda Guerra, na década de 40, a Europa estava arrasada por conta da insanidade da Alemanha de então, é justamente essa mesma Alemanha que agora lidera a Europa para tentar sair do buraco da crise financeira que enfrenta.
Se Merkel, conseguir com os demais líderes da União Européia, vencer a crise e manter unido    o Bloco, Ângela Merkel poderá vir a ser, o que era o intento de Barack Obama, a grande líder global de que o mundo carece no momento. Acontecimento que tornar-se á uma realidade, desde os primórdios vaticinado por muitos. 

segunda-feira, novembro 14, 2011


Quem é pior para a Itália Berlusconi ou Mário Monti?

0
O economista Mario Monti, assumiu na Itália o posto de primeiro ministro em substituição à Berlusconi. Inicia-se um novo tempo na Itália. Os italianos aguardam ansiosamente que as reformas acordadas por Berlusconi com  os lideres da zona do euro, tenham continuidade. O novo premiê terá uma travessia longa e penosa, porque já sinaliza que pretende flexibilizar a legislação trabalhista, mexer no sistema de aposentadorias do setor privado, dexando bem claro que suas medidas são impopulares. Suas medidas depõe contra o anseio do povo, haja visto que tem o apoio da mídia italiana, cujos donos são os bancos. A maioria dos políticos na Itália são aniquilados por ela, quando insurge contra os interesses do capital. Os bancos estão satisfeitos com o novo primeiro ministro na Itália, porque é técnico e não tem nenhum compromisso com o povo.






CRISE NA EUROPA PROVOCA ALTERNÂNCIA NA ESPANHA E NA FRANÇA

0
Com a queda de Berlusconi na Itália, e a vitória quase certa do candidato de centro-direita Mariano Rajoy, no próximo domingo (20), derrotando o socialista José Luiz Zapatero, a quem os espanhóis culpam pela grave crise econômica na Espanha onde o índice de desemprego chega na casa dos 25%. A França, segunda  maior economia da zona do euro, deverá passar por alternância no poder.
Segundo o “Estadão”, aumenta a cada dia os sinais de que os títulos da dívida francesa, podem perder o grau de investimento máximo, elevando o risco de calote. O socialista François Hollande, principal adversário de Sarkozy, saltou a frente nas pesquisas, com mais de 10 pontos de vantagem. As eleições na França estão marcadas para abril de 2012, se as coisas não mudarem por lá, o presidente francês poderá ser a próxima cabeça a rolar na união européia.


sábado, novembro 12, 2011


Aécio Neves tirou o pé do chão...deu a Largada.

0


      Aécio e seu Avô ex-presidente Tancredo Neves
Recentemente o ex-presidente FHC lançou a base do que poderia ser o novo discurso do partido: “Yes, we care”  “Sim, nós nos importamos”. Mostrando com isso que os tucanos devem estar mais afinado com o povo e voltar um pouquinho a desenvolver ação social. O ex governador José Serra teve a oportunidade de pavimentar o caminho e de construir um discurso de oposição alinhado com o povo e não conseguiu. Se lançou, perdeu, desmantelou a oposição, que hoje é quase abstrata. Agora Serra, desocupa o beco, a vez  é do Aecinho, assim era conhecido, o neto de Tancredo.
O alerta de FHC desceu com velocidade ao coração do mineiro. O tucano  Aécio Neves iniciou em Porto Alegre uma agenda de eventos para ouvir e falar sobre o futuro do país. Parece que a manivelada de FHC era o impulso que estava faltando para o mineiro assumir e declarar que é candidato a presidente em 2014. Muito embora possa haver resistência e divergência dentro  do PSDB, Aécio leva na manga o atenuante da conciliação nacional.




Dilma, Mantega e Tombini - e as medidas na economia

0
O  Banco Central na direção de Tombini e sob os auspícios de Mantega e na batuta de Dilma, vai alinhavando  o figurino econômico. Nesta sexta (11) lançou uma série de medidas, para estimular o mercado, nas compras parceladas e na venda de veículos. O possível contágio com a crise mundial poderia colocar a nossa economia numa grande câmara fria. Mas a presidente Dilma continua a todo vapor, e são as constantes medidas de estímulo à economia que vai nos levando ao crescimento e nos mantendo como potência emergente no planeta.
O destaque na maestria governamental não resta dúvida, está focado no afinadíssimo  trio Dilma-Mantega-Tombini


BERLUSCONI FINALMENTE RENUNCIA

0



Berlusconi deixa sua residência rumo ao Palácio de Quirinal para apresentar sua renúncia. (Foto: Filippo Monteforte / AFP Photo)Tão logo o parlamento Italiano aprovou o pacote econômico de medidas de austeridade.  O primeiro ministro da Itália Silvio Berlusconi renunciou ao cargo, abrindo caminho para a formação de um governo de emergência.
Berlusconi abandonou o cargo neste sábado (12) às 18h477. pelo horário de Brasília, quando entregou a carta de renúncia ao presidente Giorgio Napolitano no Palácio do Quirinal.
Berlusconi só deixou a posição de premiê após, após ficar claro que não possuía mais o apoio da maioria.
O premiê foi vaiado após a votação do parlamento neste sábado. O ex-comissário europeu, Mario Monti, é indicado como favorito para substituir o polêmico Berlusconi.
Com a renuncia do premiê espera-se que estará encerrada uma das eras mais escandalosas da história italiana pós- segunda guerra.

AINDA TEM MUITA GENTE BOA NA POLÍCIA

0
Por falar na prisão de Nem, meus parabéns ao jornal O Globo, que publicou foto na capa da edição deste sábado que mostra o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, cumprimentando o segundo-tenente da PM, Ronald Cadar, e o primeiro-tenente Disraeli Gomes. Os policiais prenderam o traficante Nem, da Rocinha, e recusaram propina de R$ 1 milhão oferecida pelos comparsas do bandido para que o deixassem fugir. Temos mesmo que reverenciar e prestar homenagens a esses dois policiais que honraram suas fardas e que servem de exemplo para a corporação. Meus agradecimentos a Ronald e Disraeli. 

sexta-feira, novembro 11, 2011


24º Encontro de viticultores tem público recorde em Marialva

0
11/11/2011 - Agricultura e Meio Ambiente
Com participação recorde de aproximadamente 700 produtores, foi realizado ontem (10), o 24º Encontro de Viticultores de Marialva. O evento é uma promoção do Governo Municipal, SEAB, Emater e Associação Norte Paranaense de Estudos em Fruticultura (Anpef).

Durante todo o dia, os produtores tiveram a oportunidade de participar de palestras técnicas, demonstração de máquinas, dentre outras atividades. Às 16:00 horas, na propriedade do viticultor Ideraldo Vicentini, localizada na Estrada Luiz Carlos Macente Km3, também foi aberta oficialmente a Safra de Uva 2011-2012. 
O encontro contou com a presença do Prefeito Deca; Chefe Núcleo Regional de SEAB, Romualdo Carlos Facin; Analista de Comércio Exterior do Ministério da agricultura, Adilson Oliveira Farias; Gerente Regional da Emater, Cezar Miguel Candel; Chefe do Escritório local da Emater, Silvia Capelari; Presidente da ANPEF, Werner Genta; Coordenador Estadual de Fruticultura da Emater, José Odair Mazia; e o Presidente da Câmara Municipal, Onésimo Bassan. 
O Prefeito Deca exaltou o comprometimento dos produtores, juntamente com as famílias que trabalham no cultivo da uva. “Se hoje somos reconhecidos nacionalmente como a Capital da Uva Fina de mesa é graças à dedicação de cada um de vocês. Sei que o marialvense é perseverante, determinado e trabalhador, por isso, temos resultados tão positivos”, afirmou Deca. 

Fonte: Site da Prefeitura de Marialva

Temer confirma candidatura de Chalita à Prefeitura de São Paulo

0
        

Temer e Chalita durante encontro com pré-candidatos do PMDB a vereador nesta sexta (11), em São Paulo. (Foto: Marcio Fernandes/AE)
O PT, que terá como candidato à prefeitura de São Paulo o ministro da Educação, Fernando Haddad tenta convencer o PMDB a compor uma chapa tendo Chalita como vice. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o principal articulador da campanha de Haddad e pressionou para que os outros pré-candidatos do partido, entre eles a senadora Marta Suplicy (SP), desistissem da disputa.
Temer disse já ter comunicado ao ex-presidente Lula a candidatura de Chalita. De acordo com o vice-presidente, a base aliada terá dois candidatos em São Paulo – Chalita e Haddad – e uma possível aliança em um eventual segundo turno será discutida posteriormente. Durante o encontro, Chalita afirmou que o ex-presidente Lula vai entender e respeitar a decisão do PMDB.
No anúncio da candidatura do PT, nesta sexta, Haddad elogiou Chalita e disse irá respeitar a candidatura do concorrente. Mas afirmou que os aliados do PT no plano federal, como o PMDB, serão os "interlocutores primeiros" na busca por alianças.
Também participaram do encontro do PMDB o presidente nacional do partido, senador Valdir Raupp (RO), e o presidente do diretório estadual da legenda, o deputado Baleia Rossi.


Agência do estado
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...